quarta; 18 outubro 2017

Movimento InterGrande

Giovanni Luigi comenta momento do Inter e relembra a construção do novo Beira-Rio

Giovanni Luigi, ex-presidente do Internacional, participou na manhã desta quarta-feira (3) da programação da Rádio Gre-Nal. No programa Café com Futebol, o mandatário Colorado entre os anos de 2011 e 2014 avaliou o atual momento do time.

”Esse é o momento de ajudar. Não adianta ficar vaiando. Esse é o momento que todos nós temos que entender que o time precisa de apoio. Eu vi algumas jogadas desse jogo contra o Corinthians, que o Artur e outros meninos, nitidamente a bola está queimando, a perna está pesada, fruto dessa intranquilidade. E nesse momento, nós temos que apoiar a todos e ajudar a todos. Nós, a torcida, temos de demonstrar tranquilidade e ir ao estádio, mostrar apoio, independente do resultado”, comentou.

Outro tema abordado foi a construção do novo Beira-Rio. Foi durante a gestão Luigi que o Internacional definiu o modelo para reforma do estádio e também a execução da obra com a inauguração oficial em abril de 2014 e com estádio tendo como proprietário o Internacional.

“Eu assumi o clube em janeiro de 2011 e já tínhamos o primeiro quadrante do estádio destruído. A partir dali fizemos a análise e planejamento sabendo dos prazos e da parte financeira e concluímos que com os 26 milhões da venda dos Eucaliptos não conseguiríamos fazer a obra sozinhos, especialmente por conta do prazo necessário. Felizmente hoje o Internacional tem um estádio em uma localização extraordinária, um estádio quitado. O contrato fez com que trocássemos ativos que não tínhamos na oportunidade por 20 anos em troca da construção. A construtora colocou dinheiro na frente, fez toda a obra e ganhou em troca alguns ativos. O Internacional segue explorando a maior parte do estádio”, lembrou.

Giovanni atualmente é conselheiro do Sport Club Internacional. Ele também é um dos Presidentes de Honra do Movimento Inter Grande ao lado de Fernando Carvalho.